Podcast: Novo episódio - As possibilidades e caminhos do UX Design no Mercado Nacional

ArteBlogDesignGrandes artistas

Grandes Artistas 1# René Magritte

Já ouviu falar de René Magritte?


René François Ghislain Magritte, mais conhecido como René Magritte nasceu na cidade de Lessines, na Bélgica, no dia 21 de novembro de 1898, filho caçula de Léopold Magritte. Em 1912, a sua mãe, Régina, cometeu suicídio por afogamento no rio Sambre, evento testemunhado pelo jovem Magritte.

Em 1916, ingressou na Academia Real de Belas-Artes, em Bruxelas, onde estudou por dois anos.

Foi durante esse período que conheceu Georgette Berger, com quem se casou em 1922.

Após isso ele trabalhou em uma fábrica como designer de cartazes e ofertas publicitárias até 1926, ano em que magritte assinou um contrato com a Galerie la Centaure, e fez da pintura a sua principal atividade.

Nesse mesmo ano, Magritte produziu a sua primeira pintura surrealista, Le jockey perdu, tendo a primeira exposição apresentada no ano seguinte. Este foi o momento em que Magritte começou a se sobressair no movimento surrealista.

“Le Jockey Perdu” de René Magritte

Grande parte de suas obras eram metáforas que se apresentavam como representações realistas, através da justaposição de objetos comuns, e símbolos recorrentes em sua obra, tais como o torso feminino, o chapéu coco, o castelo, a rocha e a janela, entre outros mais, porém de um modo impossível de ser encontrado na vida real.

Quando a Galerie la Centaure fechou e seu contrato encerrou, Magritte retornou a Bruxelas. Permaneceu na cidade mesmo durante a ocupação alemã, na Segunda Guerra Mundial.

L’entrée du metropolitan Museum of Art de New York, en septembre 1992, Etats-Unis. (Photo by Francis CHAVEROU/Gamma-Rapho)

O seu trabalho foi exposto em 1936 na cidade de Nova Iorque, Estados Unidos, e em mais duas exposições retrospectivas nessa mesma cidade, uma no Museu de Arte Moderna, em 1965, e outra no Metropolitan Museum of Art, em 1992.


Na década de 40 ele se aventura em outros gêneros, assimilando características impressionistas, mas estes trabalhos não são bem-sucedidos. Próximo a sua morte ele inspecionou a produção de oito esculturas de bronze inspiradas em suas obras.

O pintor morreu em 15 de agosto de 1967, vítima de câncer, e foi sepultado no Cemitério Schaarbeek, localizado em Bruxelas.


Para mais detalhes de sua vida e obra, veja o mini-documentário feito por nós da Creative Stop

Este foi o Primeiro Artigo da série Grandes Artistas, Gostou? comente! Deixe sua opinião e diga qual outro pintor gostaria de ver por aqui 😀

About author

Estudante de design, fotógrafo e organizador de eventos para incentivo da comunidade criativa, além de criador e redator do blog Creative stop.
Related posts
ArteBlogFotografia

Você sabe oque é fotografia Fine Art?

BlogDesignFilmes

4# Filmes que todo designer deveria ver - Logorama

BlogDesign

Branding, identidade visual e arquétipos

ArteTipografia

O que é tipografia

Se inscreva em nossa Newsletter